PT

12 abril 2017

Women in Business surpreendem Lisboa, no Dia Internacional da Mulher 2017

Assumindo o acrónonimo WinB de Women in Business, que apela ao sucesso e afirmação  Conetor@s, Homens e Mulheres da plataforma Lisbon Business Connections propõem-se a tornar Lisboa na 1ª Capital Europeia Women in Business Friendly City 

Notícia/Relato do kick off da iniciativa Women in Business by LBC 

No Dia 8 de Março, Lisboa foi surpreendida com o kick off da iniciativa Women in Business - WinB - by LBC que mobilizou mais de 350 empresári@s, empreendedoras, decisor@s de organizações públicas e privadas e universidades, num conjunto de ações diversas e que ocuparam todo o dia, com resultados que vão de propostas de medidas para boas práticas para a governaça local e central e para a gestão das empresas a, mulheres mais capacitadas para crescerem na carreira e realizarem as suas ambições e ainda um networking produtivo e consequente que contribui para o aumento da conetividade da cidade para a atração de mais empresa, negócios, talentos e criatividade.

ler mais…

Para memória e homenagem aos que tiveram a coragem, a capacidade e a generosidade de fazer acontecer o kick off WinB by LBC aqui fica a história contada:

Das 9am às 9pm, num Programa intenso e diversificado, 3 grandes ações em diferentes formatos e dirigidas a diferentes públicos-alvo, uma campanha de promoção em locais de grande afluência da cidade levada a cabo por jovens universitári@s, um desafio fotográfico, vários prémios de participação e uma divulgação viral do objetivo desta iniciativa, exultaram o resultado da criatividade, generosidade, capacidade e motivação de um grupo de Conetoras LBC.

Encontraram-se pela 1ªvez a 7 de Fevereiro, no 1st Tea Time by LBC for Women in Business - http://www.lisbonconnections.pt/News/Read/25, com o desafio de encontrar no desequilíbrio estatístico de género que ainda se verifica em lugares de topo de empresas, mais uma oportunidade para atrair negócios, investimento e talentos para a Cidade. Em apenas 1 mês e fora de horas do seu trabalho normal, conseguiram, a 7 de Março e sem orçamento próprio, fazer o briefing do 1º Dia Internacional da Mulher WinB by LBC, de 8 de Março de 2017.

Ao grupo inicial, representativo de diferentes áreas de atividade e cargos de responsabilidade de empresas, organismos públicos e universidades, juntaram-se outras e registaram-se novas Conetoras LBC, gerando-se uma dinâmica contagiante, imparável e com enorme energia transformadora.

A LBC, uma plataforma de embaixadores da Cidade, lançada pela Câmara Municipal de Lisboa em 2015, com a cooperação de vários parceiros estratégicos, que se juntaram para ajudar a tornar a Cidade mais atrativa para empresas que pretendem expandir-se, negócios, talentos e investimentos... reuniu, através desta iniciativa WinB, no último dia 8 de Março, mais de 350 participantes em diferentes encontros de trabalho e networking. Nestas reuniões, com formatos, objetivos e públicos diferentes e complementares, foram criadas ideias, trocados contatos, capacitadas empreendedoras e apresentadas propostas de medidas a implementar, para a prossecução deste grande objetivo de prosperidade de um território participado, que quer aproveitar todo o seu potencial e talento.

Para isto acontecer neste curto espaço de tempo, a equipa inicial WinB contou com a cooperação de vári@s Conetor@s  e teve a capacidade de mobilizar, em torno do seu programa, variadíssimos patrocinadores e parceiros.

Para arrancar o dia de forma decisiva e consequente, foi programado desde logo um Top Managers & Women in Business Business Breakfast (BB), que teve o empenho decisivo da Andreia Jotta, com a colaboração da Catarina Luz, ambas da CCIP, entidade parceira fundadora LBC. Reunindo participantes com capacidade de decisão e de influência, necessárias em processos transformadores como este, o repto foi pensar e debater como afirmar Lisboa, como a 1ª Capital Europeia Women in Business Friendly City! Á entrada os convidados foram acolhidos com o profissionalismo do secretariado da CCIP, sendo identificados por badges desenhados pela Conetora e designer, Sara Ribeiro da IMPACT HUB e produzidos pela Conetora, Maria Gorete Santos com a cortesia da GR GRADE RIBEIRO - Estudos, Projectos e Consultoria, Lda. Antes de subirem para o Salão Nobre, foram fotografados pelo Fotografo Carlos Sargedas. 

A enorme adesão e confirmação de presenças destacáveis, convidadas a participar pelas Conetoras da Comissão Organizadora (CO) deste kickoff, obrigou a CCIP a encontrar capacidade no Salão Nobre para oferecer um Business Breakfast, cortesia da IMPPACTO CATERING, para 123 participantes, organizados em 12 mesas de trabalho.

A Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade do Género (CIG), da Presidência do Conselho de Ministros, Teresa Fragoso, honrou esta iniciativa LBC, com a abertura da sessão e enquadrou a temática, contextualizando o contributo da WinB, na prossecução de uma política de cidadania. O debate nas mesas decorreu inspirado pelas suas palavras e também, pelo testemunho de uma empresária recém-chegada de Londres para abrir um novo negócio em Portugal, que confirmou a importância deste acolhimento Women Friendly, para a tomada de decisão na escolha do destino de investimentos, à escala global. A Comissão Organizadora WinB queria oferecer uma cortesia à Presidente da CIG, que se concretizou pela oferta de uma Caixa Pantera, estilo inglês do séc XVII, do artesão Português José Lourenço para a FOUNDARTE.

O culminar deste BB aconteceu com a apresentação, por parte do dinamizador convidado para cada mesa*, de 2 a 3 medidas, concretas e exequíveis, que Governos, locais e central bem como, empresas, podem adotar como Boas Práticas, seja na gestão territorial ou, das organizações. 

Mesas de trabalho e medidas propostas pelas mesas:

Ana Torres, Cluster Lead for Western Europe, Rare Disease, Empresa Pfizer Portugal

Tema Que boas práticas de gestão, organização e métodos, podem estimular o acesso de homens e mulheres aos cargos de topo nas médias e grandes empresas e empresas cotadas na bolsa, com resultados mais equilibrados?

Medidas

  1.      Trabalhar por objetivos (projetos): respeitar horários de trabalho
  2.      Cultural/educação (muito antes do meio de trabalho): aumentar a auto-confiança
  3.      Melhor Gestão do tempo (formação): trabalhar a partir de casa

Barbara Beck de Lancastre, Founder and CEO Park International School

Tema Como pode a Educação, nos diferentes niveis de aprendizagem, promover o acesso de mais mulheres a lugares de topo nas empresas, em particular nas grandes empresas e nas empresas cotadas na bolsa e a serem investidoras e empresárias?

Medidas

  1.      Dar prioridade à criação de condições de à educação às menonas
  2.      Adotar modelos de mulheres inspiracionais (role models) nos conteúdos educacionais
  3.      Criar ambiente favorável nas escolas a coragem, resiliência no feminino

Frederico Fezas Vital, Serial Social Entrepreneur & Impact Freak da ASHOKA PORTUGAL

Tema Que resultados das experiências do Feminino em lugares de decisão no Empreendedorismo e Inovação Social, podem ser evocados para consideração noutros sectores de atividade?

Medidas

  1. Criar role-models, casos de sucesso, que inspirem outros a seguir esse caminho
  2. Codificar características típicas do feminino que são factores criticos de sucesso em qualquer organização para transportá-los para todos os setores de atividade
  3. Promover a gestão das emoções ao nível da educação: desenvolver e treinar competências emocionais cada vez mais cedo  

Karolina Vasconcellos e Sá, Program Manager da FLAD - Connect2Success

Tema Porque diminui a participação feminina nas empresas à medida que subimos na hierarquia? Quais as soluções?

Medidas

  1.      Iniciativas de networking entre mulheres
  2.      RH: Serviços externos: ligação, 1monthly meeting (high middle)
  3.      Awarness iniciatives: WinB Business Breakfast for men

Leonor Sottomayor, Head of Public Relations da SONAE

Tema Como alcançar a representatividade de mulheres em cargos de gestão?

Medidas  

  1.      Medidas de conciliação pessoal – profissional, legislação e quotas
  2.      Discriminação inconsciente: questão cultural, recrutamento, promoção e retenção – o papel dos homens
  3.      Promoção e partilha de boas práticas (inspiração para as mulheres fora do âmbito das quotas)

Notas: falta incentivo à conciliação da vida profissional e pessoal; papel do gestor top-down; cultural-estado deve intervir para acelerar  

Linda Pereira, Presidente da Global Council Of Women in Leadership

Tema  The New Economy - Tailor-Made for Women! O que está a acontecer e o que é ainda necessário fazer?

Medidas  

  1.      Sensibilização/Educação para a participação
  2.      Novas profissões estão adequadas aos talentos inerentes das mulheres
  3.      T Careers – returners e capacitar para a nova economia

Ricardo Parreira, CEO da PHC

Tema Quais as vantagens da participação das mulheres nos processos de decisão das organizações Poderá ser uma boa medida divulgá-las junto dos decisores e nos locais de decisão? Como?

Medidas  

  1.      No processo de integração definir claramente a não discriminação
  2.      Demonstrar que com os casos de sucesso as estatísticas e flexibilidade no horário pode aumentar a produtividade
  3.      Eventos de divulgação das vantagens com 50%/50% de apresentantes

Rogério Gaspar, Pró-Reitor da Universidade Lisboa

Tema Que medidas tomar para uma melhor integração da diversidade de género nos cargos de topo do ensino superior aproveitando talentos diferentes para contribuir no estabelecimento de pontes entre âmbitos de investigação avançada e a promoção do investimento e da indústria?

Medidas  

  1.      Plano Politico; Carreira; ligação Univ/Empresas:
  2.      A evolução para um modelo de presença mínima de 33% do género menos representado, nos órgãos eletivos coletivos das universidades, deve ser precedido de ações prévias. Ações que devem contemplar a cidadania e igualdade de género e também valorizar a competência para o exercício dos cargos
  3.      Revisão do papel do homen e mulher (cultural – licença de paternidade e licença de maternidade). Incluir medidas positivas de apoio à maternidade e paternidade (creches); designadamente promoção da flexibilidade laboral e geográfica ( promovendo trabalho à distância quando possível)
  4.      A questão da transferência de conhecimento vai para além das questões de género. É importante promover o papel de #gestão de Pipeline por pessoas sufucientemente distantes do contato diário para impedir mecanismos de “endogamia”. Promover rotações obrigatórias nas funções.

Rosália Amorim, Diretora do Dinheiro Vivo

Tema Liderança no Feminino?

Medidas  

  1.      Quotas associadas a avaliação do desempenho
  2.      Transparência de tabela salarial, independente do género
  3.      Flexibilidade do horário de trabalho aliada ao tele-trabalho e apoio à família com incentivos de tempo e de medidas como cheque creche

Rute Xavier, Senior Project Manager Executive da Universidade Católica

Tema Vencer o medo de me expor?

Medidas  

  1.      Estimular Programas de Mentoring nas empresas
  2.      Programas escolares incluir – educar para a aceitação do risco e proatividade
  3.      Departamentos de RH – alargar âmbito de atuação para promover desenvolvimento dos trabalhadores e das empresa (networking /mentoring / formação soft skills)

Tanya Kopps, CEO da Makro

Tema O que pode fazer a diferença para o Empowerment "Middle Management"?

Medidas

  1. Promover maior exposição dos diferentes quadros middle management para que possam demonstrar as suas competências e aprofundar conhecimentos, por forma a efectuarem a progressão necessária no pileline de RH
  2. Training e Coaching: proporcionar formação, mentoring e coaching por pessoas externas à empresa porque poderão trazer mais inputs e deixar os colaboradores mais à-vontade
  3. Criar um Codex, isto é, um conjunto de regras e códigos de conduta que seja do conhecimento de todos os colaboradores de forma a que todos partilhem dos mesmos objetivos e valores e tenham códigos comuns  

Tiago Farias, Presidente e CEO da Carris

Tema Que medidas propor aos governos local e central para assegurar a presença de mulheres, de forma equilibrada, nas decisões relativas à mobilidade urbana, tendo como exemplo Lisboa?

Medidas propostas pela mesa:

  1.      Criação de uma plataforma cívica online que permita recolher opiniões
  2.      Proposta de mais equilíbrio em género e rotatividade nos órgãos com poder de decisão
  3.      Criar Advisory Board misto para avaliação de decisões

No Salão Nobre da CCIP estava ainda exposta uma peça de joalharia de autor, que a LILIANA ALVES, nova Conetora LBC, WinB e notável talento feminino, ofereceu para premiar a frase mais inspiradora, das que os presentes foram convidados a deixar, antes de sair. Esta peça veio a ser entregue no LBC Sunset networking, programado para o final do dia.   

De repente aproximava-se a hora de almoço e uma simpática refeição oferecida pela MARMITAS, no recentemente reabilitado edifício Pombalino, transformado na Boutique Guesthouse  - TESOURO DA BAIXA, esperava, numa sala giríssima e funcional, as cerca de 40 empreendedoras que se inscreveram para capacitação, em diferentes fases de negócio: ideia, aceleração, crescimento.

A Rute Xavier, Professora de Empreendedorismo da UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA, assumiu a abertura e falou da necessidade de quem quer vingar ter que se expor, sem medos! E, conduzidas por este arranque, as mesas começaram a fervilhar concentradas no mentoring organizado.

Quebrar medos antes de avançar, foi o tema da mesa mediada pela Cathia Ziebel, COACH EMPRESARIAL e pela Mariana Bettencourt Romão, CEO and Founder da SPARKL, destinado a desmistificar a criação de negócio e dar a conhecer as etapas para avançar com um projeto.

Que infraestruturas de apoio existem para a minha empresa? Foi o ponto de partida da mesa dinamizada pela Helga Stewart, CEO and Founder da FOUNDARTE e inspirada/especializada pela Ana Santiago, STARTUP LISBOA e pela Ana Teresa Lima, CEO and Founder, JAUA. Os grandes assuntos discutidos foram:

Plano de Negócios – Porque é que é importante, ou não? Como assumir os elementos para o construir? Qual é o seu foco?

  1.      Infraestruturas de Apoio – O papel das Incubadoras.
  2.      Marketing – Relacional e Digital, Parcerias, Média Social, novas tecnologias, Retalho vs. Online vs. Offline

Quando e como escalar o meu negócio, incluindo noutros mercados? Foi o desafio trabalhado pela Liliana Domingues, Founder and CEO da UNUSFORLIFE; pela Sara Rodrigues Pereira e pelo Gonçalo da IMPACT HUB Lisbon e, pela Paula Mateigueira, CEO and Founder da BUSINESS2LEVEL.

Para enriquecer este Mentoring Lunch estiveram ainda presentes o, que aqueceu o espaço com alguns exercícios para fazer no escritório e a Barbara Santos, Coach e Formadora Certificada pela HeartMath®, que apresentou a metodologia que representa em Portugal e ofereceu uma sessão com algumas técnicas que contribuem para empresárias mais resilientes, felizes e saúdáveis! 

A sessão terminou no mesmo espirito de generosidade, calhando ao Gonçalo (IMPACT HUB) tirar as rifas sorteadas pelas WinB da Comissão Organizadora. A Cathia Ziebel, ofereceu 2 sessões de Coaching Profissional à Charlotte Valade, fotógrafa free lancer; a Helga Stewart ofereceu uma Aguarela de Rui Pinheiro para a FOUNDARTE, à Filipa Novo, formadora para a Business2level e um Quebra Nozes da Florinda Ramalho para a FOUNDARTE, à Alexandra Maçanita, responsável de eventos da EVENTs by Wine ID.

Para o final do dia a equipa WinB reservou uma experiência de networking descontraído, mas muito produtivo, associando um LBC SUNSET NETWORKING a esta iniciativa e juntando a entrega de prémios e várias degustações. Estes Sunsets são já reconhecidos por presentear os Conetores de Lisboa e os seus convidados, com a descoberta de lugares onde se pode apreciar um PÔR DO SOL ÚNICO DE LISBOA, procurando dar a onhecer e promover os atributos da Cidade. Luis Farinha, da EGEAC e Diretor do MUSEU DO ALJUBE,  disponibilizou este magnificamente reabilitado espaço museológico, junto à Sé de Lisboa e com uma vista soberba sobre o Tejo, para este Sunset especial. Deu as boas vindas aos presentes e convidou-os a usufruírem deste mais equipamento que Lisboa oferece a quem reside, trabalha ou visita a Cidade. Mas antes de terminar e de uma forma simbólica e muito forte, evocou os tempos em que aquele mesmo edifício foi uma prisão para mulheres por “mau comportamento”.  

Foi assim que para terminar um dia se sol memorável da melhor forma, enquanto desfrutavam de vários vinhos especiais, oferecidos pela PARRAS WINE (tinto, rose e branco) e pela CASA JOA (vinho tinto), frutas e gelatinas, cortesia da CATEFRU, tapas do Restaurante VELHA GAITEIRA, bolinhos tradicionais Portugueses da PASTELARIA ALCOA e ofertas da AROMAS REAIS, os participantes se juntaram e tiveram mais algumas surpresas:

A apresentação do livro recentemente lançado pela Mafalda Rodrigues de Almeida, da LOVEAT.PT, nutricionista com a ofereta uma degustação finger food, como exemplo das suas propostas saudáveis e um momento de humor e magia do MAGIC ENTERTAINER, Rui Cruz.

Já cansado de recordar ou imaginar todo este programa com gente a interagir, usufruir e contribuir para uma Cidade melhor? Então espante-se, pois, sabendo que uma imagem vale por mil palavras, as WinB fundadoras desta iniciativa organizaram ainda o desafio: FOTOGRAFE UMA WOMEN IN BUSINESS para escolher a melhor a fotografia que captasse o espírito WinB e iniciar um banco de imagens inspiradoras, para as futuras ações. Profissionais e amadores foram convidados a enviar as suas fotos. Foi assim que, no Museu do Aljube, Pedro Pires, Presidente do CLUBE DE CRIATIVOS DE PORTUGAL, entregou o 1ºPRÉMIO WinB,à Maria Miguel Perlico, que recebeu da GARVETUR pelas mãos da Sara Matias, um voucher de fim de semana. O Juri, que incluíu para além do Pedro Pires, a Coordenadora Executiva LBC, Cristina Silva Ferreira, a Conetora e Designer da WinB, Sara Rodrigues e a Conetora e representante da Garvetur, Sara Matias, que ofereceu o prémio, decidiu ainda atribuir mais um prémio à fotografia enviada pela Fernanda Dias, que recebeu da “VELHAS BONITONAS” - https://www.facebook.com/velhasbonitonas/ um fantástico Quadro, com uma força muito especial.

No calor do momento e de forma emotiva, as WinB da Comissão Organizadora deste kickoff, decidiram surpreender a Coordenadora LBC e partilhar com os presentes a satisfação que sentiram por integrar a dinâmica em que se deixaram envolver com paixão neste último mês de preparação do dia 8 de Março e, pelos resultados alcançados pela equipa liderada, dedicando-lhe uma oferta MISS CAN… Sensibilizada com o gesto, o momento de inspiração e confiança foi utilizado para deixar o desafio dos próximos passos, comprometendo os presentes na sua concretização: um CICLO WinB FNAC CHIADO, com a 1ª sessão confirmada para o dia 8 de Abril; TEA TIMEs WinB nas 1ªs 3ªf de cada mês, 17h30, para pensar, debater e programar novas ações WinB, abertas a todos os que quiserem participar e a 1ªCONFERÊNCIA WinB, no inicio de Junho, com a participação da 1ª inspiradora da iniciativa WinB a Maria Conceição https://www.youtube.com/watch?v=YilFGRH-wiM. Ela criou a Fundação de Solidariedade Maria Cristina http://mariacristinafoundation.org/pt/e foi a 1ª e única mulher Portuguesa a escalar o EVEREST, tendo feito já a 1ª tentativa de ser a 1ª mulher do mundo a atravessar o Canal da Mancha. A coragem, determinação e bondade desta Portuguesa, são caraterísticas que orientam a capacitação que se entende ainda necessária para alcançar o objetivo que move a iniciativa LBC e para sensibilizar para a introdução de Boas Práticas na governaçao e gestão, para tornar friendly todo o processo, atraíndo mais mulheres a abrir ou expandir empresas, ou a investir. Querem tentar concretizar este sonho no auditório da Timeout Market, na Praça da Ribeira pelo impacto e proximidade ao cidadão, que confere. O grande objetivo da Conferência, para além de tornar mais conhecida esta história no feminino, é dar continuidade ao projeto WinB em termos de mobilização de parcerias para a promoção de empowerment e de capacitação feminina referidos e pensar, de forma participada, o 2º DIA INTERNACIONAL DA MULHER WinB, Lisboa 2018.

O gesto simpático e as ideias de continuidade e futuro, animaram o encerramento da sessão, que trouxe ainda ao palco do auditório do Museu do Aljube a Isabel Neves, BUSINESS ANGELS CLUBE DE LISBOA, investidora conhecida pela participação no Programa SHARK TANK e a Ana Matos, Health Coacher e empresária de sucesso, atualmente a promover a ENERGIZE. Para o momento alto já esperado, estas convidadas WinB, chamaram a Liliana Alves que entregou um anel de prata que desenhou e criou especialmente para a o kick off WinB 2017 e que, por sua cortesia, foi o 1º PRÉMIO "FRASE INSPIRADORA WinB,  desafio do Top Managers & Women in Business Business Breakfast . Ao palco, receber esta joia, foi a Helena Moura da EXCLUSIVA, média partner WinB, por ausência, no momento, da premiada Linda Pereira.  

As Conetoras que se juntaram para escolher a frase vencedora quiseram ainda homenagear uma frase deixada pela Sara Matias da GARVETUR que, por ser da Comissão Organizadora WinB, não era elegível para este prémio. Para o momento foi chamada a Joana Alves, owner da PASTELARIA ALCOA, agora no Chiado, que ofereceu uma caixa premium de bolinhos tradicionais Portugueses.

Aproveitando esta afluência de WinBs ao SUNSET LBC, o Rafael Santos, recolheu testemunhos em video, que brevemente serão disponibilizados. 

Por fim, mas não menos importante foi o "Quer ser VOLUNTÁRI@ WinB by LBC" no dia 8 de Março. Foi a forma de envolver @s jovens, decisores de amanhã, aproveitando a sua confiança e entusiasmo para vestir a camisola WinB. Com uma t-shirt WinB, patrocínio da ENGELS&VOLKERS, deram a conhecer esta iniciativa, no Dia Internacional da Mulher 2017. Ao longo do dia, distribuiram um flyer desenhado pela Sara Rodrigues da IMPACT HUB e designer da WinB, impresso pela PASSION4SKY, em locais de grande afluência da Cidade. Dest@s voluntárias que vieram das Universidades  - UL, Católica Business School e UNL, 4 assumiram ainda a entrega de um kit WinB (1 T-shirt WinB e 1 garrafa de água personalizada WinB, oferta para o Sunset do Helder Marques da AQUABRANDING), na Presidência da Câmara Municipal de Lisboa, que se disponibilizou para distribuir pelos Vereadores na Reunião de Câmara do dia seguinte e outro ao Presidente da República, no Palácio de Belém. Desta forma deram a conhecer a iniciativa Women in Business (WinB), convidando ao patrocinio das futuras ações, já a ser planeadas.

Se conseguiu chegar até aqui, siga-nos em https://www.facebook.com/lisbonconnections/

Contacto

Rua das Portas de Santo Antão, 89 - 1169-022 Lisboa

+351 213 224 065

geral@lisbonconnections.pt

Os Nossos Parceiros